Menu


    Ação voluntária salva quase 500 vidas ao convencer mães a não realizarem aborto

    08 NOV 2017
    08 de Novembro de 2017

    A campanha contra o aborto 40 Days For Life (“40 Dias Pela Vida”) teve sua edição mais recente encerrada no último dia 05 de novembro e o saldo da iniciativa é extremamente positivo: 492 crianças foram salvas da morte através da ação de voluntários que se dispuseram a ir a clínicas de aborto anunciar o Evangelho e orar pelas mães.

    Com o apoio de igrejas diversas ao redor dos Estados Unidos, a campanha foi iniciada no final de setembro e também foi realizada em outros países onde há permissão para realização do aborto. Ao todo, voluntários divulgaram a mensagem de vida em 375 clínicas ou comunidades onde haviam mães considerando a ideia de interromper a gravidez.

    O trabalho da campanha é fazer “uma abordagem pacífica para mostrar às pessoas as consequências do aborto”, sempre indo até os locais onde estão as maiores incidências da prática, mostrando alternativas e entregando mensagens de esperança e fé.

    De acordo com informações do site Life News, em diversos casos, o simples gesto de estar presente em frente às clínicas, em oração, atraía as mães em dúvida sobre o aborto: “Um dia estávamos orando, apenas orando – não aconselhando, mas apenas orando, e uma jovem mãe me disse que precisava de orações. Eu perguntei se ela estava lá para um aborto e ela disse ‘sim’, então começamos a orar com ela”, disse um dos voluntários no estado da Carolina do Norte.

    Quando concluíram a oração, os voluntários ofereceram informações à jovem mãe sobre como alcançar recursos para sua gestação, pré-natal e aconselhamento em locais naquela mesma cidade. “Eu dei-lhe uma cartilha e ela partiu”, acrescentou o voluntário.

    Vida

    Um caso que chamou atenção foi registrado na cidade de Winnipeg, no Canadá, quando uma voluntária foi procurada por uma senhora que estava procurando a filha pelas clínicas de aborto da região.

    “Ela disse que era contra o aborto, mas sua filha estava no hospital para tirar a vida de seu bebê. Sua filha havia engravidado em um relacionamento com um homem abusivo e drogado”, contou a voluntária.

    Ela perguntou à avó o que ela pensava sobre adoção, e a mulher respondeu que estava preparada para criar o neto. “Eu lhe assegurei que as duas teriam nossas orações e ela entrou”, relembrou.

    Momentos depois, a mulher saiu da clínica e informou aos voluntários que havia convencido a filha a não abortar, e que iria levá-la para casa. “Ela estava sorrindo amplamente”, disse a voluntária.

    Em uma edição anterior, realizada no primeiro semestre deste ano, a campanha 40 Days For  Life conseguiu fazer com que mais de 300 mães desistissem do aborto após receberem orientações sobre como proceder ao longo da gestação e onde conseguir apoio após o parto.

    Fonte: Gospel Mais

    Voltar

       88,3 FM o amor de Deus para os nossos corações